14.10.2016

Vou para Europa – Por onde entrar?

Viagens

Primeiro preciso deixar claro que Europa é meu destino favorito, continente que amo de paixão e por que isso? Além de claro ser o lugar das paisagens da maioria dos livros que amo ler, tu conheces o sistema de transporte? É perfeito! Não precisa de carro para ir de um lado a outro, imagina a possibilidade de você tomar café da manhã em um país e almoçar no outro, pois bem na Europa isso é possível, apesar de cansativo, claro!
Agora vou começar pelo começo, a primeira resposta que você precisa ter é da pergunta:
Por onde devo entrar?
Posso dizer que 9 entre 10 pessoas quando vão para Europa pela primeira vez, é na época das férias, que em sua grande maioria chega no máximo aos 30 dias corridos.
Considerando que a maioria das pessoas normais não usariam o primeiro e último dia para início e retorno respectivamente, digo normais porque já fiz isso mais de uma vez! É uma viagem de no máximo 25 dias!
No primeiro momento quando você pensa que tem todos esses dias, a ideia é fazer a Europa toda, até você perceber que sua moeda em relação ao Euro é 4x menor considerando as taxas e impostos e aí começa as limitações.
Mas voltando ao tema da vez, visto que, quanto tempo eu recomendo será alvo de um próximo post.

Veja abaixo o mapa da Europa que eu copiei do Google

mapa

 

Fiz questão de marcar o que a maioria das pessoas preferem na Europa, diga-se de passagem, eu também. Não desmerecendo os outros lugares, mas digamos que esse é o destino da maioria das pessoas, que como eu, tem contato com o velho mundo através de filmes e livros. Claro que dependendo do filme o destino pode ser St. Petersburg (meu namorado teima em ir devido aos filmes de espionagem, mas até agora não conseguimos roteirizar esse belo lugar).
Se você está no Sudeste do Brasil o céu é o limite, é fato que terás muitas companhias áreas oferecendo preços irresistíveis para quase todos os lugares da Europa.
O importante na hora de escolher é o preço e o tempo, por que acredite, é raro existir relação nessas duas variáveis. Se quiseres ir direto é provável que pagues bem mais caro do que fazer uma paradinha na Bolívia!!

Brincadeiras à parte, recomendo em uma primeira vez, tentar não ultrapassar as 12 horas de duração e se possível um voo noturno, apesar de dormir super mal, se não estiveres de primeira classe é obvio, tu chegas ao destino no final da manhã o que já ajuda na adaptação do fuso horário, lá são 4 ou 5 horas mais que o horário de Brasília, dependendo do lugar.
Na primeira vez que fui queria fazer os lugares mais famosos e experimentar temperaturas amenas, escolhi por entrar e sair por Paris, na época não tínhamos a opção de entrar por uma cidade e sair por outra a um preço acessível. Então fizemos questão de fazer a “parte superior” e Roma, ai você pergunta por que Roma se não estava na rota? Simples, Roma tinha o Vaticano, o Coliseu, vinho e pizza!

1-viagem
Minha cara de felicidade na primeira vez chegando as 06h em Lisboa – 2011

Engraçado que fui pela TAP e acabei fazendo escala e passando na alfandega em Lisboa, devo confessar que tinha um certo preconceito por Portugal, tema para um próximo post, acredito.
Simples e rápido a TAP fez a conexão e no meio da tarde cheguei na cidade mais charmosa que existe no mundo!
Após a primeira experiência, fizemos questão de fazermos os países que não tínhamos ido na primeira vez e fomos conhecer a parte de baixo do mapa entrando e saindo por Lisboa, é claro que já nos sentíamos craques  na arte e descendo em Lisboa a viagem até que não deu para cansar!
Devido a estima que desenvolvemos por Lisboa, ela tornou-se nas viagens subsequentes nossa principal escolha para chegada! Aí você pode estar se questionando, então é isso? Você recomenda entrarmos sempre por Lisboa? E eu te respondo, depende do roteiro! Não adianta entrar por Lisboa se você quer ir para Irlanda ou Suécia, será só um empecilho para chegar no seu destino final. O que vale de fato nessa hora é primeiro definir onde você irá, para depois definir como chegar lá!
TAP Portugal está para Lisboa, como Air Europa pra Madri, como Air France para Paris, mas não se engane as vezes a concorrente mesmo entrando pelo seu país de origem te deixa no seu destino final muito mais em conta.

beijos, Kátia Michelle
Escreva o seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Topo