22.01.2017

Rio de Janeiro – Meu TOP 10!

Viagens

Da série um sol para cada um, lembrei-me do Rio de Janeiro! Tá, eu sei você vai dizer que é sacanagem falar do Rio, afinal nós temos aquela impressão que vivemos lá, né! Tá ai as novelas que não me deixam mentir, mas o texto a seguir vai na ideia de onde ficar e dos 10 principais lugares para ir!
Na onda do onde ficar, quero deixar claro que eu gosto de ser turista, esse negócio que eu preciso ficar no meio do povo, em bairros periféricos e viver o mundo como ele é, não é minha vibe! Nada contra quem gosta, mas o meu estilo continua sendo o mais próximo dos pontos turísticos e coisas afins.
Nesse interim não tem outra, Copacabana é o bairro! É aquele bairro que o carioca chama de bairro para o turista. Tipo policiamento a cada curva, feirinhas de artesanato, restaurante e bares a perder de vista e claro se não o mais famoso, um dos mais famosos calçadões do Brasil, quiçá do mundo! (Tolerância para meu entusiasmo).
Parece ser caro, mas a avenida Atlântida bem pesquisada te traz um ótimo custo benefício, particularmente gosto do Olinda Mar Hotel, pessoas dirão que eu sou barrista por causa do nome, mas vão por mim melhor custo benefício ever! Uma quadra do chiquérrimo e famosíssimo Palace, de longe é onde todos os famosos se hospedam, dificilmente você não se esbarrar em alguém e ainda tira onda de ryca e phyna!
Se for de galera, recomendo ficar em apartamento até a Barata Ribeiro, quando fui com essa proposta fiquei em um apartamento charmosinho para 6 pelo preço de para 2 no hotel.
Bem focando nas minhas impressões lá vai o meu TOP 10, querendo se aprofundar dá um google tá:

1.Cristo Redentor

Dispensa apresentação, é sem questionamento merecedor de ser do seleto grupo das maravilhas do mundo. É lindo, bem cuidado e tem até barzinho e lojinhas lá em cima! A vista é perfeita e se posso dar um conselho é, vá sem pressa! Suba cedo para pegar ele não tão cheio, tenha paciência com a quantidade estúpida de pessoas amontoadas para o melhor ângulo e aproveite! Tome uma “Heineken”, sim caros das vezes que fui era ela bem geladinha e peça como acompanhamento a velha e boa carne do sol com batata frita!
Para chegar prefira o tradicional, tem pessoas que vão de topic ou carro particular até o ponto de subida final, mas vá por mim vale muito a pena ir pelo trenzinho do corcovado, é uma experiência a parte subir pelo meio do mato no trenzinho!
O valor do investimento é de R$61 na baixa e R$74 na alta temporada. Pode comprar em shopping ou pelo site, mas eu como boa medrosa que sou e conhecendo um pouquinho o Rio, entenda chuvas sem precedentes e visibilidade lá em cima zero, prefiro não arriscar, ou seja, compro na hora mesmo que tenha que esperar um pouco, a estação é bem servida de bebidas e comidas a espera também é diversão.


Tentando a pose na multidão!


Esperando o trenzinho e já no clima!


Pausa para repor as energias!

2. Pão de Açúcar

Apesar de inicialmente parecer um passeio parecido a similaridade acaba na questão da altura e vou te explicar porque apesar de não ser tão alto quanto o Cristo e não ter monumento, o massa aqui é a vista que esses morros te dão de presente. Tendo dois pontos de descida para apreciar diferentes vistas, a área é bem estruturada com uma mini praça de alimentação com vários lugares para sentar, inclusive no acesso superior com mesinhas no meio da mata! Achei cult, achei chic, volto com certeza!
A compra é similar ao do Cristo, mas pelas mesmas razões prefiro comprar na bilheteria do local.


Fim de tarde perfeito!

3. Arcos da Lapa

Ah quem diga que não vale a pena, mas vai muito de gosto. Aqui para nós, não é amor à primeira vista, sendo extremamente sincera! Com o costume de só ver cartões postais tem-se aquele baque em ver ruas não tão bem cuidadas e se for a noite sem muita iluminação apesar de nos arcos em si ter bastante, nas ruinhas próximas é preciso um pouco de cuidado! Sinceramente não fui das mais desbravadoras, escolhi o bar mais badalado, pedi aquela “breja” geladinha e um bom frango a passarinha para terminar a noite e começar a madruga! Há gente de todo tipo, música para todos os gostos, ambientes para conversar, comer e azarar, enfim a noite carioca que vale a pena segundo a minha humilde opinião!


De dia…


… a noite!

4. Jardim Botânico

Fui naquela de turista com vontade e não me arrependi, lugar bem cuidado, bem organizado, programa para início de dia e quem tem filho é programa destinado a eles com certeza! Mas isso não é mandatário já que euzinha não tenho e me divertir à beça. Ponto alto para as exposições, quando fui tinha uma de orquídeas que me elevou a alma e me fez lembrar de quão linda a natureza se apresenta! Lugar para reflexão, meditação para quem é de meditação, caminhada para quem é de caminhada e observação!


Posando no Jardim e conversando com Drummond em Copa a noite! Bem turistinha!

5.Museum do Amanhã

Bem esse serve para outro tipo de reflexão, o lugar totalmente revitalizado te dá certa esperança que quando queremos as coisas acontecem! Uma arquitetura fantástica, filas de certa forma grandes, mas muito bem organizada. Fora que com wi-fi os lugares parecem menos entediantes (brincadeira). Não deixa a desejar para nenhum museum “gringo” que visitei, como o tema já diz tudo é voltado para o impacto do homem no mundo, extremamente didático e interativo é outro programa que vale para ir com a família, amigos, sozinho! E se depois de tanta reflexão quiser relaxar tem uma área de food truck que ajuda a passar aquela fominha básica ou aquela “breja” companheira de todas as horas em viagens!
Preços diferenciados para crianças, estudantes, grupos, enfim… se joguem!
https://museudoamanha.org.br/


Belíssima arquitetura!

6. Copacabana

Definitivamente dispensa apresentações. Cenário de filmes, novelas, séries, documentários é de longe o local mais referenciado na “gringa” quando falam de Brasel! Entre nós com certeza é o sonho pra quem vai no Rio, afinal serve para todo bolso é o típico programa que não se compra entrada, só tem que negociar com o tempo meio maluquinho que faz por lá para aproveitar aquele “Rio 40 graus”. As barracas montadas nas praias são muito válidas para aqueles que não querem ter o astro rei diretamente no coco e consumindo o “kit” sai de graça.
Mas, o massa daqui apesar de falar das praias é o bendito calçadão, eu sempre digo que se eu não tiver na época “esportista” esse calçadão me deixa, é sério, sempre que vou levo meu tênis porque dificilmente você resiste a vontade quase sobrenatural, de dar um trote seja logo pela manhã, seja a tarde, ou até a noite! Sempre movimentada é um imã!
Agora por outro lado, os quiosquinhos também são um atrativo a parte, chopp da Brahma e aquele petisquinho de lei. A brisa do mar e dependendo até som ao vivo! Cara de dia ou a noite Copacabana de longe te faz sentir!


Lindo não é!


Apesar dos 40 graus a agua devido a correnteza é super gelada! Aqui foi eu tapeando que não tava com frio!


No quiosquinho de lei!

7.Ipanema

Pensei em falar de praia, praia mesmo só pelo prazer de ir! Diferente de Copacabana aqui não é concentração de turistas, mas de todas as blogueiras, fashionistas e pessoas da high society! O Posto 9 é o lugar, com a mesma ideia de cadeirinhas e comodidades, tem uma feirinha bacanuda nas proximidades que rendem ótimas lembrancinhas pra quem não tiver tempo de ir na feira a noite em Copacabana! Fotinha com esse morro atrás é de lei! 10 entre 10 blogueiras tem! Nem que seja pra dizer que tem vai!

8.Maracanã

Não podia deixar de falar desse estádio “Top of mind” das Américas! Devo esclarecer que fui para um show, não para uma partida, mas foi suficiente para ver toda a infra que ele possui e como realmente pode manter essa pompa. O show foi maravilhoso, o melhor da minha vida até agora! Fiquei na vontade de ir em uma partida, já fiquei imaginando estádio cheio e acústica maravilhosa! Bem que o Sport podia fazer uma forcinha e me dá essa alegria! (Tá eu sei entusiasmei de novo)


Meu squad!

9.Escadaria Selaron

Nas proximidades dos arcos da Lapa, é aquele tipo de lugar que se você não for focado é capaz de não achar! Tudo bem não é pra tanto, mas é um entra numa rua e vira uma esquina e tá lá! Uma galera subindo, fazendo pose, sentado fazendo pose ou admirando o colorido alegre do artista que transformou uma escadaria em ponto turístico! Vale a ida, vale a foto!


Tentando fazer uma pose!


Olha os detalhes e esquece aquelas latinhas!

10. Lagoa Rodrigo de Freitas

Outro lugar que me faz querer ser esportista, não tem como não se empolgar a quantidade de gente fazendo alguma atividade, tudo bem tem uma galera nos quiosquinhos admirando o pôr do sol, tem! Tem sambinha com a turma naquele happy hour que você queria fazer parte, tem! E isso que é o massa desse local, junta tudo!!! Pessoas no pedalinho, famílias de patins, bike, skate, moradores no seu cooper diário, turistas querendo o melhor ângulo para a foto da rede social do dia e você! Admirado por tudo harmonicamente coexistir, percebendo a maravilha que é e sempre será uma visita a cidade que merece apesar de tudo, ser chamada de maravilhosa!


É antiga, mas tá valendo!!

beijos, Kátia Michelle
Escreva o seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Topo